Convênios com pólos tecnológicos

Posted on Posted in INOVAÇÃO E TECNOLOGIA
Compartilhe:Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook
A sociedade agradece

Da Agenda – A assinatura de convênios entre a Secretaria de Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico com cinco polos, nesta quarta-feira, 21/12, elevou o investimento do Rio Grande do Sul em ciência e tecnologia a R$ 23,6 milhões. O montante é referente aos valores dos editais de polos e parques tecnológicos desse ano acrescidos dos recursos de 2009 e 2010 que ainda não haviam sido repassados.
O secretário da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (SCIT), Cleber Prodanov, recebeu reitores e representantes dos cinco Polos Tecnológicos para assinar convênio no valor de R$ 765 mil, que completa o repasse de R$ 6,5 milhões neste ano.O orçamento para os 23 Polos do Estado em 2012 será de R$ 17 milhões.
– Além do orçamento do tesouro, estamos trabalhando para conseguirmos uma verba jamais destinada aos Polos do RS – afirmou.
O reitor da Universidade de Caxias do Sul (UCS), Izidoro Zorzi, foi o primeiro a assinar o convênio para repasse de R$ 491.500 mil para melhoria da tecnologia da fruticultura na região do Vale do Caí. Para ele, a aprovação deste projeto reforça ainda mais a preocupação do governo com o desenvolvimento local, através da transferência de tecnologia.
– Estamos felizes com o reconhecimento do trabalho científico que a UCS realiza – disse.
A Feevale, do Polo de Inovação Tecnológica do Vale do Rio dos Sinos, vai receber R$ 49,5 mil para colocar em prática a aplicação de eletrodiálise para recuperação do níquel de efluente de galvanoplastia. O reitor Ramon Fernando da Cunha assinou o convênio na presença do pró-reitor de Pesquisa e Inovação da Feevale, João Alcione Figueiredo.
O pró-reitor de Pesquisa, Extensão e Pós Graduação da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e Missões (URI), executora do Polo das Missões, comemorou a aprovação do projeto de R$ 44,5 mil, sobre a influência da fertilização do solo na produção de leite. E o Coordenador do Parque Científico Tecnológico de Passo Fundo, da Universidade de Passo Fundo (UPF), Alexandre Zanatta, foi responsável pela assinatura do convênio de R$ 80 mil, para o projeto que pretende contribuir para melhoria na qualidade de panificação de trigo da região da produção em função de estratégias de manejo de fertilização.
Dois projetos da Universidade de Santa Cruz (Unisc), um na área farmacológica e outro no setor de citrus, também foram contemplados e receberão R$ 100 mil. A expectativa do vice-reitor Eltor Breunig ao assinar o convênio é de que em 2012, o Polo do Vale do Rio Pardo consiga aprovar ainda mais projetos.
– Estamos trabalhando para melhorar, através da pesquisa, a economia local – comenta.
O investimento em parques e pólos de tecnologia está entre os projetos prioritários propostos pela Agenda 2020 ao Governo do Estado, em 2010.
(Com informações do JC e do Governo do Estado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *