Especialistas são contra a criação da EGR

Compartilhe:Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook

Empresa para gerenciar rodovias na pauta

Da Agenda – O grupo de trabalho de logística da Agenda 2020, através de seu vice coordenador, Paulo Renato Menzel, é contrário a criação da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR).

– O Rio Grande do Sul não precisa de mais custos na sua área de infraestrutura e logística – disse Menzel que é especialista do setor.

Na quarta-feira, 24/5, as principais entidades empresariais do Rio Grande do Sul estiveram com o presidente da Assembleia Legislativa solicitando que propostas polêmicas do segundo Pacotarso, como a criação da EGR, não sejam votadas em regime de urgência.

– A pressão deveria ser no executivo inclusive através do Conselho de Desenvolvimento do Estado – sugeriu o presidente da Assembleia Alexandre Postal aos representantes da Fiergs, Farsul, Federasul, Fecomércio, FCDL e Sebrae, na audiência. O parlamentar é contrário ao projeto.

As entidades também expuseram a preocupação ao líder do governo, deputado Valdeci Olveira.

– A criação da empresa deve ser melhor avaliada. Tecnicamente, ela não é o melhor caminho- declarou o presidente da Fiergs, Heitor Müller.

Segundo o ex-secretário de mobilidade urbana de Porto alegre e professor da UFRGS, Luis Afonso dos Santos Senna, a criação de uma estatal para administrar pedágios no Rio Grande do Sul  seria um  equívoco.

– É totalmente inadequada sob os mais variados ângulos, mas principalmente por não possuir uma base razoável que a sustente sob o ponto de vista econômico ou financeiro – diz o especialista.

Segundo ele, a economia do Rio Grande do Sul, principalmente o seu setor produtivo, não pode ficar refem de iniciativas irresponsáveis como essa que somente comprometem a qualidade e o futuro das rodovias.

Mesmo com a pressão da sociedade e da sua própria base aliada, o Governo decidiu manter o regime de urgência do projeto. O mecanismo obriga a votação da proposta na Assembleia em um prazo de até 30 dias.

 (Com informações da Assembleia, Fiergs e ZH)

Um comentário sobre “Especialistas são contra a criação da EGR

  • Com certeza, mais uma empresa que será direcionada para se tornar cabide de emprego dos ‘companheiros’. Porque razão o DAER não teria condições de fiscalizar e administrar estes possíveis pedágios? Mais uma mostra da truculência do governador Tarso Genro, um Ditador fantasiado de socialista republicano. Porque não expôs a idéia da EGR na campanha política?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *