Frente Parlamentar contra a violência

Posted on Posted in SEGURANÇA
Compartilhe:Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook
Deputada Zilá será a corrdenadora

Da Agenda – Foi instalada na terça-feira,8/5, a Frente Parlamentar em Apoio às Vítimas de Violência, que será coordenada pela deputada Zilá Breitenbach. Outros estados brasileiros já aderiram à iniciativa.A Agenda 2020 apoia a iniciativa.
O presidente da Assembléia, Alexandre Postal, agradeceu a presença de todos no evento e disse conhecer bem a dor de perder familiares de forma trágica, pois teve o pai e um de seus irmãos mortos em acidentes automobilísticos.
– Fico horrorizado, como brasileiro, por termos que estar aqui instalando uma frente para tentar apoiar, tentar fazer legislação para que tenhamos regramentos mais sérios contra a violência em nosso país – lamentou.
Para Postal, só há uma maneira de combater os números alarmantes da violência no país: através de leis mais rígidas e mais investimentos no setor da segurança pública. Ele lembrou que recebeu da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RS), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul e do Conselho Regional de Medicina (Cremers) um relatório sobre a situação do presídio central e ficou impressionado com as degradantes condições vividas pelos detentos. Disse que esta situação importa a toda a sociedade gaúcha.
Zilá agradeceu a presença das autoridades e de pessoas que perderam seus familiares em episódios de violência em diversas partes do país.
Ela frisou que o objetivo da frente é mobilizar a comunidade e capilarizar as ações e fazer alguma coisa pelas vítimas da violência, que muitas vezes sofrem caladas e que não recebem qualquer tipo de amparo do poder público.
– As metas são tentar regulamentar o artigo 245 da Constituição, trabalhar para combater a impunidade e, principalmente, formar uma grande rede, pública e privada, de acolhimento às vítimas da violência – disse.
– A Agenda 2020 tem muito a contribuir com essa mobilização que não pode prescindir da participação da sociedade – ressaltou o coordenador do Fórum de Segurança e Açoes Integradas da Agenda 2020, Raul Cohen.
(Com Informações da Assembleia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *