Sem respostas

Posted on Posted in AGENDA DA AGENDA, CIDADANIA, EDUCAÇÃO
Compartilhe:Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook

Ray-P._Status-Quo_29.07.121

Durante as manifestações de junho e mesmo alguns dias depois, eu cheguei a acreditar que políticos e gestores públicos iriam responder à sociedade através de grandes reformas e amplas mudanças. O Brasil acordara! Mas bastou mais alguns dias para perceber que muito pouco iria mudar. Após as manifestações pacíficas, se seguiram arruaças e desfiles corporativistas, constrangedores e sem nenhum efeito, exceto bagunçar ainda mais as caóticas cidades brasileiras. E nada mudou. Tudo se acomodou.

O exemplo recente do deputado presidiário que teve seu mandato preservado é um sinal dessa insensibilidade e descaso com a população. Uma afronta aos brasileiros e ao Supremo Tribunal Federal. Uma vergonha.

O jeito brasileiro de fazer política está tão entranhado, tão solidamente fincado em Brasília, em assembléias, câmaras e palácios Brasil afora, que precisaremos ainda de muitos anos com educação de qualidade para amadurecer nossas instituições e entendermos nossas responsabilidades como cidadãos. E mudanças acontecerem.

É um tema de casa imenso e urgente. Em primeiro lugar, devemos iniciar esta lição exatamente em nossas casas: exercer dignamente a profissão que cabe a cada um. Realizar um bom trabalho, ser um realmente um profissional. Em seguida, ser voluntário em alguma atividade em benefício do bairro, da cidade. Ter espírito colaborativo. Por último, ajudar a fortalecer as instituições. Cobrar transparência, por exemplo. Constante vigilância e nenhuma complacência.

Esse comportamento ajudará a modelar um Brasil melhor para nossos filhos e netos. Preparar o futuro. Planejar a longo prazo, como faz a Agenda 2020 no Rio Grande do Sul. Atuar, participar, reclamar, protestar, colaborar. Ninguém pode ficar omisso.

Autor: Ronald Krummenauer, diretor executivo da Polo RS e da Agenda 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *