Fórum de Cidadania da Agenda 2020 discute o conceito de pobreza com a participação de professor da PUCRS

Posted on Posted in AGENDA DA AGENDA, CIDADANIA
Compartilhe:Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook

collage

Afinal, o que é ser pobre? Foi com esse questionamento que o economista e professor da Pontifícia Universidade Católica do RS (PUCRS) Ely José de Mattos iniciou a reunião do Fórum de Cidadania da Agenda 2020 na quarta-feira, 29. O que Mattos propõe é traçar um comparativo entre a abordagem tradicional (monetária) e uma abordagem multidimensional para discutir esta pergunta. Diferentemente da abordagem tradicional, que “mede” a pobreza baseada apenas na renda do indivíduo e das famílias, este outro ponto de vista leva em consideração os aspectos qualitativos (multidimensionais) da vida das pessoas, aquilo que as pessoas são capazes de ser e fazer e a qualidade dos serviços que têm a disposição, como saúde, educação, segurança.

 

Os índices que calculam o tamanho da população pobre e miserável têm na renda mensal per capita o seu abalizador. As famílias cujo cada integrante recebe até R$ 70 por mês (soma-se a renda total e divide-se pelo número de pessoas na família) são consideradas extremamente pobres, enquanto as que ganham até R$ 140 são classificadas como pobres. No entanto, atualmente, essa á uma leitura rasa da situação. O valor monetário não explicita totalmente a realidade socioeconômica do cidadão. O programa Bolsa Família, responsável por tirar milhões de brasileiros da linha de pobreza extrema, por exemplo, apesar de ser muito importante, não vê isso. “O Bolsa Família foi e é muito bom, mas hoje por si só não basta”, justifica Mattos. “Uma pessoa que recebe 140 reais por mês até pode não ser considerada pobre, mas vai depender de serviços públicos, ruins, na saúde e na educação, por exemplo”, finalizou.

 

O Fórum de Cidadania da Agenda 2020 concorda que o conceito de pobreza deve ser mais discutido e ampliado, não se restringindo apenas aos valores utilizados pelos institutos de pesquisa para análise da população. O Fórum volta a reunir-se no dia 5 de maio.

One thought on “Fórum de Cidadania da Agenda 2020 discute o conceito de pobreza com a participação de professor da PUCRS

  1. Se cada brasileiro pudesse tirar 5 reais por mês do seu salário para doar para um necessitando teria muitas histórias boas para discutir . Isso tudo sem se corromper.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *