Empreendedorismo na Era Digital

Compartilhe:Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook

Com a disseminação da banda larga de internet no início do século XXI, iniciou-se o fenômeno de aceleração de inovação, resultando em um crescimento exponencial tecnológico no mundo.

conexão

Esse processo é responsável pela vertiginosa transformação social e de mercado que temos vivido na última década. A tecnologia é o principal fator de transformação do planeta.

Se observarmos o século passado, apenas uma tecnologia, a eletricidade, transformou completamente a vida e o poder. Tudo o que fazemos hoje depende da eletricidade, inclusive a internet e os principais meios de comunicação e produção.

O cenário de negócios também muda rapidamente. Regras, habilidades e conhecimentos antigos tornam-se obsoletos constantemente e, ao mesmo tempo, surgem novas demandas de oportunidades e desafios.

Nesse contexto, em que tudo muda o tempo todo, as principais habilidades essenciais para o sucesso são: pensamento crítico, criatividade e conexão.

Não dá tempo de esperar que alguém analise o que está acontecendo para nos contar depois. Assim, é essencial que desenvolvamos a habilidade de pensar por nós mesmos e avaliar o que é certo, errado, oportunidade, ameaça etc., para conseguirmos tomar decisões em tempo hábil e obter bons resultados. Os indivíduos e organizações que conseguem avaliar melhor o seu ambiente obtêm vantagem competitiva sobre os demais.

Se o pensamento crítico nos apresenta as novas oportunidades e problemas, a criatividade é a habilidade necessária para torná-los soluções.

Não conseguimos resolver problemas novos ou aproveitar oportunidades inéditas se não formos criativos. Fórmulas velhas não solucionam problemas novos.

Se, por um lado, a criatividade nos aponta o caminho, ele não terá nenhum valor se não for implementada. Para se implementar a criatividade de modo a se obter inovação, é necessário desenvolver conexões, tanto com tecnologias quanto com pessoas.

Como dizia Peter Druker, “o maior perigo em tempos de turbulência não é a turbulência, mas agir com a lógica do passado”. Infelizmente, a maior parte das pessoas e das empresas foca na turbulência e não em suas consequências transformadoras.

Martha Gabriel

Escritora, consultora e palestrante nas áreas de marketing digital, inovação e educação

Fonte: GeraçãoE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *