Mais de 5 mil empresas gaúchas disputam o Oscar do Empreendedorismo

Compartilhe:Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook

mpe-brasil

O Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas – MPE Brasil mostra que o empreendedorismo está em alta no Brasil e no Rio Grande do Sul. O número de candidatas em todo País ultrapassou a marca de 65 mil empresas. Só no Estado são mais de cinco mil concorrentes ao principal reconhecimento nacional de gestão. A premiação, que destaca os empreendimentos comprometidos com a qualidade em todo o País, é promovida pelo Movimento Brasil Competitivo, SEBRAE e Gerdau.

A gestora do prêmio pelo SEBRAE/RS, Roseli Martins da Rosa, destaca que as inscrições de empresas gaúchas superaram a meta de 4.500 candidatas. “Foram 5.063 empresários inscritos, que preencheram o questionário de avaliação, etapa essencial para a disputa”, detalha Roseli. Todas as candidatas já receberam o diagnóstico de sua gestão, com base nas respostas enviadas. Esse relatório vai apontar caminhos para que cada empresa conquiste seus objetivos.

As concorrentes têm um faturamento anual de até R$ 3,6 milhões e completaram, pelo menos, um ano fiscal. Elas serão reconhecidas nas categorias agronegócio, comércio, indústria, serviços de educação, serviços de saúde, serviços de tecnologia de informação e serviços. Os empreendedores também disputarão a premiação de “Destaque de Boas Práticas de Responsabilidade Social” e “Destaque de Inovação”.

Neste ano, duas gaúchas chegarão ao topo do Prêmio MPE Brasil, revelado no final de março. A Lycos Equipamentos, de Caxias do Sul, venceu entre as indústrias, e a loja Paty’s, de Santa Clara do Sul, foi a campeã entre as empresas de comércio de todo o País. “O prêmio promove a qualidade e a produtividade das MPEs brasileiras, ao disseminar conceitos de gestão, por meio de reconhecimento no Estado e no País”, define a gestora. Em 23 de novembro, serão reveladas as vencedoras da premiação em nível estadual. O Oscar do Empreendedorismo em todo Brasil será entregue em março, em Brasília.

Fonte: Felipe Vieira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *