MCTIC lança nova etapa do Start-Up Brasil com edital de R$ 9,7 milhões

Compartilhe:Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Facebook

Serão selecionados até 50 projetos de empresas nascentes de base tecnológica. Desde 2012, iniciativa do governo federal já apoiou 183 startups com R$ 34,7 milhões em investimentos.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançou nesta quinta-feira (10) nova etapa do Programa Start-Up Brasil com um edital para selecionar a turma 5 da iniciativa, com R$ 9,7 milhões destinados a 50 projetos a serem acelerados em 2017 e 2018. Cada empresa nascente de base tecnológica vai receber até R$ 200 mil. Os recursos são do orçamento do MCTIC.

Participaram do anúncio o ministro Gilberto Kassab, o secretário de Política de Informática do MCTIC, Maximiliano Martinhão, e o presidente do CNPq, Mario Neto Borges.

As 50 startups selecionadas deverão se associar às aceleradoras qualificadas pelo Programa.

O Start-Up Brasil já executou dois ciclos de aceleração, de 2013 a 2015, quando houve apoio a 183 startups, distribuídas por quatro turmas e oriundas de 17 estados e 13 países. Até o momento, o MCTIC aportou R$ 34,7 milhões a projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) de startups de tecnologia da informação (TI). A iniciativa alavancou aproximadamente R$ 103 milhões em investimentos privados e gerou mais de 1.200 empregos diretos.

Ao todo, 2.855 propostas se submeteram ao Programa. O apoio contemplou startups de diversos segmentos da economia, como educação, saúde, agronegócio, biotecnologia, varejo e logística. O Start-Up Brasil promoveu integração entre empreendedores de todo o território nacional, com destaque à presença de empresas e aceleradoras das regiões Norte e Nordeste, que, a partir do segundo ciclo, ganharam espaço no ecossistema empreendedor.

Criado pelo MCTIC em novembro de 2012, o Start-Up Brasil agrega um conjunto de atores em favor do empreendedorismo de base tecnológica. O Programa do governo federal tem como objetivos apoiar projetos de PD&I de startups de TI e contribuir para o desenvolvimento do ecossistema. A iniciativa cria, ainda, momentos de interação por meio das redes sociais e de uma série de eventos como o Welcome Aboard, encontro de boas-vindas às novas turmas, e as feiras conhecidas Demo Days, para exposição das startups que estão em busca de investimentos para alavancagem dos negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *