Resultado orçamentário

P-gestao-verm

Fonte: Secretaria da Fazenda do RS

 

O sinal é vermelho para o resultado das contas do Rio Grande do Sul.

No período de análise, entre 1999 e 2016, apenas em três anos ou Estado obteve resultado positivo. Ou seja, apenas de 2007 a 2009 o Governo do Estado do Rio Grande do Sul gastou menos que arrecadou. Nos demais anos, a despesa superou o nível de receita. A situação mais preocupante é o resultado primário, que depois de ficar no negativo por 34 anos (1970-2003), a partir de 2004 passou a ser positivo, chegando a atingir R$ 3 bilhões em 2008, quando entrou em declínio, voltando a ser negativo em 2014 e 2015. Entretanto em 2016 tornou-se superavitário novamente. O resultado primário é uma poupança para pagar dívidas, o que é fundamental para um estado com um dos maiores saldos de dívida pública do Brasil.

Acesse aqui o conteúdo completo de Gestão Pública

 

Acesse aqui uma proposta da Agenda 2020